13.8.10

[...]

Quem passa as noites em branco não tem tempo para sonhar.


[...]

Um comentário:

Hélio Netho; disse...

por isso minhas noites são uma verdadeira aquarela