6.7.10

[...]

E eu, como um tolo apaixonado, ainda tento alimentar a sede de te amar.

[...]

2 comentários:

Hélio Netho; disse...

e quem não é um tolo ao se apaixonar?

N. disse...

wow, que lindo *-*