25.11.09

[...]

Os amores flutuam em mares incertos,
Mas não têm mãos para agarrar
Por isso se entregam.

[...]

Um comentário:

devaneiosviscerais disse...

Adoro deixar umas "gotas" aqui, rsrs.

Sempre belíssimos textos e pensamentos.

Abraço, meu amigo.